Como seria bom se o peito fosse transparente, com os risquinhos indicando quantos mililitros de leite já foram tomados! Nas primeiras semanas é difícil não se perguntar se o bebê está obtendo todo o leite de que precisa.

A dúvida fica maior ainda se ele quer mamar o tempo todo ou se não se acalma depois. Depois do primeiro ou segundo dia de vida, em que o bebê está mais sonolento, é normal ele parecer que está sempre com fome. Isso porque ele provavelmente está sempre com fome, já que o leite materno é digerido bem rápido. A maioria dos recém-nascidos quer mamar entre 8 e 15 vezes ao dia depois do quarto dia de vida, e no fim da 1ª semana esse número costuma se estabilizar em entre 6 a 8 mamadas (ou seja, mais ou menos de 3 em 3horas).

Entre outros, alguns sinais de que ele está mamando direitinho:

1⃣ O bebê mama no mínimo de seis a oito vezes por dia nas primeiras três semanas.
2⃣ As mamas esvaziam e ficam mais macias depois que o bebê suga.
3⃣ Após a mamada, ele se mostra relaxado e satisfeito.
4⃣ O número de fraldas molhadas começa a aumentar a partir do quinto dia. *Num período de 24 horas, o bebê deve ter molhado entre seis e oito fraldas. (Nas fraldas descartáveis, para saber se ela está bem “xixizada”, compare o peso da fralda usada ao de uma fralda seca. Ela deve estar mais pesada.) A urina do bebê deve ser clara e sem cheiro.
5⃣ Você percebe que o bebê engole o leite, quando o observa mamando.
6⃣ O bebê faz cocô amarelo-mostarda ou mais escuro. *A partir do quinto dia depois do nascimento, as fezes devem começar a clarear. Fonte: Baby Center Brasil

Leia mais aqui no instagram #AmamentacaoByAndreiaFriques 

By @nutricionistamaternoinfantil

No próximo dia 25 de Março a @nutricionistamaternoinfantil ministrará um curso de extensão INÉDITO em Vitória: TERAPIA NUTRICIONAL EM NEONATOLOGIA E PEDIATRIA.

Realizado pela Faculdade Inspirar de Vitória.

O cenário de saúde mudou e observamos uma importante diminuição na mortalidade infantil. No entanto, há cada vez mais registros de doenças crônicas não transmissíveis, exigindo a análise do efeito da alimentação no metabolismo dentro de um contexto biopsicossocial. É de grande importância a capacitação profissional para o entendimento do desenvolvimento das doenças e dos parâmetros de adequação, melhorando as habilidades de diagnóstico, tratamento e prevenção, competências técnicas do nutricionista e humanização da assistência nutricional. Este curso contempla um perfil profissional polivalente, crítico, inovador e capaz de propor soluções realistas. (Texto de www.inspirar.com.br)

Público alvo

Profissionais da área de saúde.

Inscrições e informações

☎️ 27 3026 2663/ 0800 602 2828
📧 vitoria@inspirar.com.br

As melhores opções são as versões naturais, encontradas em supermercados ou utilizando-os como “Start” para receitas caseiras.

Muitas crianças adoram o iogurte natural ou coalhada puros mesmo, mas você pode variar a forma de oferecê-lo, batendo com frutas, geleia de frutas caseiras, e para os maiores de 02 anos, um fio de *mel, etc.

Sempre que for comprar um iogurte, mesmo o natural ou qualquer outro produto industrializado, leia a LISTA DE INGREDIENTES no rótulo. Quanto menos nomes, mais natural ele tende a ser e nomes que lembram produtos de farmácia, geralmente são aditivos químicos. Detalhes no instagram @nutricionistamaternoinfantil com a hashtag #RótulosByAndreiaFriques .

Resumindo, prefira as opções, naturais, menos coloridas e, quando for escolher, atente-se aos ingredientes no rótulo.

LEMBRE-SE:

– Iogurtes e derivados de leite não devem ser introduzidos antes de 01 ano. Alérgicos e intolerantes devem ser avaliados individualmente.
– Mel não pode ser oferecido para menores de 01 ano, eu geralmente indico para maiores de 02 anos, porque até essa idade não oferecemos açúcar ao bebê.

Há muitos post’s com dicas de lanches, receitas e sobre alimentação infantil de acordo com as faixas etárias no IG. Vocês estão convidados a “passearem” por eles, muitas das dúvidas que surgem já estão respondidas no decorrer dos post’s. Ok?

Nutrição para Gestantes, Crianças e Adolescentes @nutricionistamaternoinfantil

Informamos que entraremos em recesso a partir de hoje, dia 23/12/2016, retornando com nossas atividades no dia 16/01/2017.

Qualquer dúvida ou solicitação receberá retorno a partir da data citada.

Boas Festas!

Equipe Andreia Friques

 

SIM! A SAÚDE e o PALADAR da criança são influenciados pelo estilo de vida e ALIMENTAÇÃO DA GESTANTE!!!

Diversos estudos na área da Epigenética apontam para uma relação direta entre a Alimentação Materna e alterações em características do DNA do feto, tornando-o mais propenso a desenvolver determinadas doenças.

Em 2014, a renomada revista “Science” trouxe uma série de estudos que demonstram que “Fatores ambientais podem provocar alterações nas estruturas celulares do bebê em desenvolvimento, desde a FECUNDAÇÃO, levando conseqüências por toda a vida”.

Um dos fatores principais é a DIETA MATERNA. Uma alimentação rica em GORDURAS ou em AÇÚCARES no período intrauterino aumenta, e muito, o risco de DOENÇAS INFLAMATÓRIAS na criança que está sendo gerada, tornando-a mais propensa ao desenvolvimento de doenças como diabetes, hipertensão, alergias, intolerâncias e muitas outras. .

Também, por mecanismos epigenéticos, essas alterações são transmitidas aos descendentes do bebê, ou seja, as escolhas alimentares da gestantes, influenciam a saúde de suas próximas gerações. (Science 15/08/14) .

Portanto, futuros Papais e Mamães, está muito claro e comprovado cientificamente que, NOSSA RESPONSABILIDADE PARA COM OS FILHOS, vai muito além dos genes e começa desde a formação de sua primeira célula! .

ESTÁ GRÁVIDA OU PENSANDO EM ENGRAVIDAR? Cuide-se, isso é muito sério!

 
Por Andreia Friques

ATENÇÃO São Paulo e região, o 1º lote de inscrições para nosso Curso de Atualização em Nutrição Materno Infantil encerrou na última sexta-feira, 30/09!

Quem ainda não garantiu sua vaga corra porque estamos “a mil” para esse evento que PROMETE! 

 

Informamos a todos os profissionais interessados que por indisponibilidade de agenda não realizaremos outro curso Nutrição Infantil Dia a Dia do Consultório esse ano.

 

Então…. estamos esperando todos vocês em São Paulo!

Conteúdo programático:

✔️ Aspectos nutricionais no período pré gestacional: A importância da preparação do corpo para engravidar .
✔️Acompanhamento nutricional na gestação: alimentação, suplementação e educação nutricional.
✔️Acompanhamento nutricional da criança: nascimento e primeiros anos de vida.
✔️ Acompanhamento nutricional em situações especiais na infância: prematuridade, obesidade infantil, seletividade alimentar e autismo .
✔️Estratégias para o sucesso no atendimento materno infantil.

Público Alvo: Profissionais da Área da Saúde.

Inscrições e informações no e-mail fapes@fapes.net ou no telefone: 11 3672 1122 .

Realização @fapessaude